Instituto Árvore da Vida


Você sabia?

Campinas tem um espaço ecológico precioso e reservado e muita gente nem conhece. É a Mata Santa Genebra, em Barão Geraldo. Veja a riqueza que temos: é a segunda maior floresta urbana do Brasil - só perde para a Floresta da Tijuca (Rio de Janeiro). Preste a atenção na expressão: floresta urbana, ou seja, que fica no meio da cidade.
Tem uma grande importância para o meio ambiente. Além de preservar centenas de espécies nativas de plantas e animais, ajuda a manter a temperatura local. E o mais legal de tudo é que há passeios regulares pela mata, para o público e escolas. Os monitores apontam curiosidades sobre a fauna e a flora e como a mata é importante na vida de todo mundo. O Criança participou do passeio. Vamos lá...


NO PASSEIO

É possível conhecer muitas árvores e plantas curiosas.
A Mata Santa Genebra é o maior remanescente de Mata Atlântica em Campinas.
O trabalho na Mata Santa Genebra é de preservação. Os profissionais que tomam conta dela plantam mudas, cuidam de animais doentes e retiram espécies invasoras, que aparecem sozinhas e podem prejudicar as nativas.
Existe uma árvore, que tem um fruto muito duro chamado guarantã. Os animais não se alimentam dela. O fruto explode sozinho e as sementes caem ao redor, onde nascem outras árvores. Geralmente bem próximas umas das outras.
Uma espécie de planta muito encontrada lá é a liana, que se enrola no tronco das árvores.
Árvores como cróton, embaúba, peroba e paineira são encontradas em grande quantidade no local.
Algumas plantas que nascem na mata são chamadas de exóticas porque não são naturais deste tipo de vegetação. Isso acontece porque a mata está muito próxima à cidade.
A urtiga é uma planta que 'queima' quem põe a mão nela. As formigas, muito espertas, sabem disso e costumam estabelecer o formigueiro bem embaixo das folhas delas, porque nenhum bicho vai pegá-las.
Há um viveiro com mudas para serem plantadas na floresta.
Na Mata Santa Genebra há diversos tipos de animais como macaco-prego e bugio, várias espécies de aves, insetos, gambá, tatu, lagartos e cobras.


DICAS PARA A VISITA NA MATA

Use calça comprida e tênis.
Não se esqueça de aplicar repelente e protetor solar.
Nem pense em jogar qualquer tipo de lixo no chão.
Não arranque nenhum tipo de planta e não coloque a mão sem saber se pode.
Alguns vegetais podem causar coceira, ardência ou até machucar.
Não grite ou fale alto demais, pode assustar o animais.
Não dê comida aos animais.
Preste atenção às explicações dos monitores.
Aprecie a natureza e aprenda a cuidar e respeitar o meio ambiente.


PELA HISTÓRIA

A Mata Santa Genebra é mantida pela Fundação José Pedro de Oliveira. A geógrafa Mariana Ferreira Cisotto, que trabalha lá, conta que essa área pertenceu ao Barão Geraldo de Resende, numa antiga fazenda de café. Os negócios iam mal e Barão Geraldo decidiu vendê-la a José Pedro de Oliveira, que hoje dá nome à fundação. Depois que ele morreu, sua esposa Jandira doou a sombra da mata à Prefeitura de Campinas. Sombra da mata? O que é isso? Mariana explica: "É um termo jurídico que significa que a mata só pode pertencer à Prefeitura se for mantida e preservada, ou seja, oferecer 'sombra' das árvores. Não podem desmatá-la ou usá-la para outros fins que não seja cuidar direitinho. Se não for feito, a área volta a ser da família". Isso foi em 14 de julho de 1981. A partir de então, todos podem visitar e pesquisar a Mata.


SAIBA MAIS

Outras reservas florestais em Campinas

Fazenda Santa Elisa
É uma reserva florestal onde está o Instituto Agronômico de Campinas (IAC). Possui centenas de árvores e dezenas de espécies de aves. Fica na Avenida Theodureto de Almeida Camargo, 1.500, Vila Nova.

Bosque dos Jequitibás
É uma das maiores e mais antigas áreas de lazer da cidade. Recebe, por ano, cerca de 1 milhão de visitantes. Tem mais de 400 espécies de plantas cadastradas, 600 tipos de animais diversos, Museu de História Natural, Aquário Municipal e Teatro Carlos Maia, que apresenta peças infantis. Rua Cel. Quirino, 2, Bosque.

Parque Ecológico Emílio José Salim
A área do parque pertenceu à antiga fazenda Mato Dentro. O Parque Ecológico nasceu de um Decreto do Governo do Estado em 1987 com o objetivo de preservar e recuperar a arquitetura e a paisagem do local. Há espécies nativas da flora brasileira e algumas exóticas, como as palmeiras. Rodovia Heitor Penteado, Km 3,2, Vila Brandina.


CURIOSIDADES

A Mata de Santa Genebra possui uma área que corresponde a 251 hectares, algo como 251 campos de futebol.
É considerada a segunda maior reserva florestal urbana do Brasil. A primeira é a Floresta da Tijuca, no Rio de Janeiro.
Há mais de 600 espécies de árvores.
Só de animais mamíferos há cerca de 50 espécies.
Há mais de 160 tipos de borboletas. Além das que voam livremente, existe um borboletário, em que elas nascem, vivem e se reproduzem.


SERVIÇO

Visitas
Terças e quintas, às 13h30, aberta a escolas, com agendamento Quartas, às 13h30, somente para crianças dos bairros próximos à Mata Último sábado do mês, aberta ao público em geral, a partir das 9h Entrada: gratuita para visitantes e escolas públicas.
Informações: (19) 3249-0720


CONSCIENTIZAÇÃO

Conhecer a Mata vai além de saber quais são as espécies que lá habitam, mas adquirir consciência da preservação. As monitoras Mariana Ferreira Cisotto e Lívia Junqueira de Camargo explicam que a floresta está muito próxima das casas do bairro e por isso é tão importante que todos aprendam a cuidar de plantas e bichos.
A regra número um é não dar comida aos animais, pois pode fazer mal a eles. "Tem gente que dá arroz a macacos, pão a pássaros, mas não deve fazer isso. Os animais podem passar mal e até morrer com comidas que não são apropriadas para eles. Além disso, desaprendem a procurar o próprio alimento, o que prejudica toda a espécie", explica. E isso, completa Mariana, não se aplica somente ao passeio na Mata Santa Genebra, mas em todo lugar onde há natureza. "Jogar comida no mar ou rio, para peixes também não está certo. Tem gente que joga salgadinho ou pão para peixes, porque acha bonitinho que todos eles se juntam, mas isso pode matar os animais", explica.
É por isso que as crianças dos bairros próximos à Mata vão toda quarta-feira até lá para estudar e aprender a preservar o meio ambiente.

Escrito por arvoredavida_blog às 20h47
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]
x
 
Histórico

  08/07/2007 a 14/07/2007
  06/05/2007 a 12/05/2007
  22/04/2007 a 28/04/2007
  15/04/2007 a 21/04/2007
  25/03/2007 a 31/03/2007
  25/02/2007 a 03/03/2007
  11/02/2007 a 17/02/2007
  04/02/2007 a 10/02/2007
  28/01/2007 a 03/02/2007


Outros sites

  Instituto Árvore da Vida - Barão em Foco

  Projeto Girassol - Overmundo

  Projeto Artistas da Mata - Overmundo

  Projeto Nascentes Urbanas (.pdf)

  GAO - Grupo de Articulação das ONGs Brasileiras - ISO 26000

  Negativo Online

  Revista IntegrAção

  Ministério do Meio Ambiente

  Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo

  Homeopatia Ação pelo Semelhante

  Barão em Foco

Votação

  Dê uma nota para meu blog